Asteroide passou “muito próximo” da Terra nesta segunda-feira dia 09/01/20

Imagem de um asteroide que passou pela Terra em 2013 |  REUTERS/NASA

Astro apenas foi detetado no fim de semana e era do tamanho de um prédio de 10 andares

O astro, que ganhou o nome de 2017 AG 13, tinha entre 15 e 34 metros e passou pela Terra a uma velocidade de 16 quilómetros por segundo.

O Objeto Próximo da Terra (NEO, sigla em inglês) era do tamanho de um edifício de 10 andares e esteve a cerca de 190 mil quilómetros do planeta azul, quase metade da distância entre a Terra e a Lua, segundo o Business Insider.

“Isto está a mover-se muito rapidamente e muito próximo de nós”, afirmou o astrónomo Eric Feldman durante uma emissão em direto para o site sobre Slooh. Feldman explicou ainda no vídeo que além da proximidade com a Terra, o asteroide cruzou a órbita do planeta Vénus.

 O asteroide 2017 AG 13 apenas foi descoberto no sábado pelo observatório Catalina, da Universidade do Arizona, dos Estados Unidos.

Caso este asteroide tivesse entrado na nossa atmosfera, os efeitos não seriam muito devastadores, pois provavelmente teria explodido no ar, segundo uma simulação feita no site Impact Earth!, um projeto da Universidade de Purdue, no estado norte-americano de Indiana.

Um impacto num ângulo de 45 graus iria criar uma explosão que libertaria 700 quilotoneladas de energia – 12 vezes mais do que a explosão da bomba atómica em Hiroshima. Contudo, como a explosão ocorreria a dezenas de quilómetros de altitude, os efeitos na superfície da Terra seria mínimos. No máximo, poderia ser ouvido um forte barulho, explica o Business Insider.

Este tipo de choques contra a Terra ocorre a cada 150 anos, segundo o projeto da Universidade de Purdue.

O site Slooh admite que o 2017 AG3 era “quase do mesmo tamanho do asteroide que explodiu sobre Chelyabinsk, na Russia, em 2013”. A explosão deste meteoro provocou pequenos danos em edifícios e partiu várias janelas da cidade.

A passagem de asteroides perto do planeta azul também é mais comum do que se pensa. Segundo o Near Earth Object Program, da NASA, estão previstas mais 38 aproximações de asteroides como o 2017 AG 13 só no mês de janeiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s