CIA usou visualização remota para saber mais sobre pirâmides de Marte e seus habitantes

Um documento anteriormente secreto que foi liberado pela CIA (Agência Central de Inteligência dos EUA) revela que em 1984 aquela agência empregou um psíquico ‘visualizador remoto’ para visualizar a região de Marte como ela era há um milhão de anos. O visualizador descreveu pirâmides, tecnologias futurísticas e uma civilização muito alta, de aparência humana, enfrentando uma iminente catástrofe ambiental.

O que faz com que o documento da CIA seja extraordinário é que as coordenadas fornecidas ao desconhecido visualizador remoto eram da região de Cydonia, como mostradas numa série de imagens de Marte obtidas pela sonda Vikings em 1976.  A Cydonia se tornou famosa após uma sucessão de pesquisadores alegarem que aquela região continha uma face, ruínas de uma cidade, bem como pirâmides.

A primeira referência às estruturas artificiais descobertas na Cydonia datam de um artigo publicado no National Enquirer, em 25 de outubro de 1977, intitulado “Did NASA Photograph Ruins of an Ancient City on Mars?” (Teria a NASA Fotografado Ruínas de uma Antiga Cidade em Marte?).

Vale apontar que o Enquirer era um tablóide gerenciado por Gene Pope, um ‘recurso’ da CIA que era treinado para guerra psicológica.

O propósito principal de Pope e do National Enquirer era o de esconder a verdade em plena vista, liberando ela em artigos sensacionalistas, com fontes questionáveis que seriam amplamente ridicularizados pelo público em geral. Subsequentemente, quaisquer acadêmicos ou cientistas preparados para investigar tais alegações sensacionais cairiam no ridículo e arruinariam suas carreiras.

Mesmo assim, pesquisadores competentes voltaram suas atenções para as agora controversas imagens da sonda Viking, e descobriram que elas realmente pareceram mostrar uma “Face em Marte” que foi artificialmente criada, próxima de ruínas apelidadas de “Cidade Inca”, e até mesmo pirâmides.

A primeira análise objetiva dos dados do Viking foi publicada em 1982, na Revista Omni, pelos pesquisadores Vincent DiPietro, um engenheiro elétrico, e Gregory Molenaar, um engenheiro computacional.  Seu artigo na Omni foi um resumo de seu livro de 77 páginas, “Unusual Martian Surface Features” (Características Incomuns da Superfície Marciana), também liberado em 1982.  Logo eles foram seguidos por outros pesquisadores independentes, tais como Richard Hoagland, que em 1987 escreveu “The Monuments of Mars: A City on the Edge of Forever” (Os Monumentos de Marte: Uma Cidade à Beira do ‘Para Sempre’).

O que este resumo da história das imagens de Cydonia obtidas pela sonda Viking nos diz, é que enquanto os pesquisadores, tais como DiPietro, Molenaar e Hoagland foram amplamente ridicularizados por seus colegas cientistas devido às suas análises e conclusões, a CIA estava prestando bastante atenção no que ocorria.

Os documentos liberados pela CIA confirmam que a visualização remota foi realmente levada a sério pela Agência e outros serviços de inteligência. Financiamento significativo foi feito para estudar a utilidade da visualização remota como uma ferramenta de agregação de inteligência.

A conclusão foi que a visualização remota tinha precisão suficiente para ser utilizada no trabalho de campo, como o seguinte documento que deixou de ser secreto, datado de 09 de maio de 1984 claramente declara.

https://i2.wp.com/ovnihoje.com/wp-content/uploads/2017/02/Visualiza%C3%A7%C3%A3o-Remota-%C3%A9-Real.jpg

Entre os visualizadores remotos mais precisos descritos nos documentos da CIA estava o famoso psíquico Ingo Swann. Em seu livro de 1988, “Penetration“, Swann descreve de forma detalhada como a CIA utilizou suas habilidades de visualização remota.

Uma missão de 1975 foi a de espionar bases secretas na Lua, as quais pertenciam a uma ou mais civilizações extraterrestres. Swann abre o capítulo cinco descrevendo sua visualização remota da Lua para Axelrod/Axel, um oficial da CIA:

https://i0.wp.com/ovnihoje.com/wp-content/uploads/2017/02/2-Ingon-Swann.jpg

Capitulo 5

HUMANOIDES NA LUA

De volta ao trabalho, Axel me deu as coordenadas da Lua, cada conjunto representando localizações específicas na superfície lunar.

Em algumas das localizações parecia não haver nada para se ver, exceto paisagens lunares.

Mas outras localizações? – bem, houve confusão, e eu percebi muito do que eu não podia compreender de forma alguma. Fiz muitos esboços, identificando-os como isto ou aquilo, ou parecendo como algo diferente. Sem comentários, Axelrod rapidamente se apossou de cada esboço, e eu nunca mais os vi novamente.

Descobri torres, maquinário, luzes de diferentes cores, ‘prédios’ de aparência estranha.

Descobri pontes cujas funções não pude compreender. Uma delas simplesmente formava um arco – e nunca chegava ao solo em lugar algum.  Havia muitas cúpulas de vários tamanhos, coisas redondas, coisas como pequenos discos com janelas.  Estes estavam armazenados próximos dos lados da cratera, algumas vezes em cavernas, algumas vezes dentro do que pareciam hangares de aeroportos.

Tive problemas estimando os tamanhos. Mas algumas das coisas eram muito grandes.

Dadas as localizações fora do planeta designadas pelos melhores visualizadores remotos como Swann, não é surpresa que a CIA contratou um visualizador remoto para descobrir as origens das pirâmides e outras estruturas artificiais na região da Cydonia em Marte.

O protocolo usado para a sessão está descrito na página 2 do documento da CIA, datado de 22 de maio de 1984:

https://i0.wp.com/ovnihoje.com/wp-content/uploads/2017/02/3-RV-protocol.jpg

O envelope lacrado foi dado ao sujeito imediatamente antes da entrevista. O envelope não foi aberto até após a entrevista. No envelope estava um cartão de 3 x 5 polegadas, com a seguinte informação:

O planeta Marte.

Tempo de interesse, aproximadamente 1 milhão de anos A. C.

Coordenadas geográficas selecionadas, fornecidas pelas partes pedindo a informação, foram verbalmente dadas ao sujeito durante a entrevista.

O resto do documento da CIA (pgs. 3-9) é uma transcrição do visualizador remoto, respondendo questões sobre as diferentes localizações e períodos dados a ele (em 1984, todos os visualizadores remotos conhecidos eram homens).  O visualizador remoto é referido como “SUB.”, enquanto o questionador é “MON”.

Isto é o que o visualizador remoto reporta após ser perguntado a primeira questão:

https://i1.wp.com/ovnihoje.com/wp-content/uploads/2017/02/4-pyramid-on-mars.jpg

MON: (Mais 10 minutos, pronto para começar.)  Tudo bem agora, usando a informação no envelope que forneci, exclusivamente focando sua atenção agora, usando a informação no envelope, foque em:

40.89 graus norte

9.55 graus oeste

SUB:  ……..Quero dizer que parece como ah…. eu não sei, parece com….. eu meio que obtive uma vista oblíqua de uma ah.. forma de pirâmide.  É muito alta, está meio que em cima de uma… grande área rebaixada.

As coordenadas são para a região de Cydonia, e imediatamente o visualizador remoto descreve algum tipo de pirâmide num vale. Esta é uma notável corroboração para múltiplos pesquisadores que têm identificado as pirâmides nas fotos da Viking desta exata região de Marte.

Depois, o visualizador remoto responde às sérias questões a respeito da população que vivia nesta região pouco antes das perturbações geológicas do planeta, as quais ocorreram há aproximadamente um milhão de anos. Ele descreve a população como sendo muito alta e magra, e parecendo escapar às perturbações que incluíram uma atividade de tempestade muito violenta:

https://i1.wp.com/ovnihoje.com/wp-content/uploads/2017/02/5-mars-catastrophe.jpg

MON: Diga-me sobre aqueles que dormem através das tempestades.

SUB: …… Ah…. muito…. altos novamente, pessoas….muito grandes, mas eles são magros, eles se parecem magros devido à sua altura e eles se vestem como em, oh inferno, é como uma seda bem leve, mas não é roupa do tipo fluída, é como se fosse cortada justa.

A civilização marciana está morrendo e a população sabe disso:

https://i0.wp.com/ovnihoje.com/wp-content/uploads/2017/02/6-mars-is-dying.jpg

MON: Vá mais perto de um deles e peça-os para falar sobre eles.

SUB: Eles são povos antigos. Eles ah… eles estão morrendo, já passou seu tempo e sua idade.

MON: Fale-me sobre isto.

SUB: Eles são muito filosóficos quanto a este respeito. Eles estão procurando por ah…. uma forma de sobreviver e eles simplesmente não podem.

Os marcianos estão esperando para viajarem para outro lugar, a fim de sobreviverem.  Alguns são capazes de escapar para regiões distantes, presumivelmente fora do planeta, como sugere a seguinte questão:

https://i0.wp.com/ovnihoje.com/wp-content/uploads/2017/02/7-finding-refuge.jpg

MON: O que é que eles estão esperando?

SUB: ….Eles ha….. evidentemente foi um….. um grupo ou destacamento deles que foi para encontrar ah…um novo lugar para viver. É como se eu tivesse obtendo todos os tipos de informações sobrepujantes da… corrupção de seu meio-ambiente.  Ele está decaindo rapidamente e este grupo foi para outro lugar, como um longo caminho para encontrar outro lugar para viver.

Após, o visualizador remoto descreve o que claramente parece ser uma espaçonave levando os sobreviventes para outros planeta, mais de um milhão de anos atrás:

https://i0.wp.com/ovnihoje.com/wp-content/uploads/2017/02/7-finding-refuge.jpg

MON: Okay, quando os outros partiram, estas pessoas estão esperando, quando os outros partiram, como eles foram?

SUB: ……………….Obtenho uma impressão de ah……..não sei que diabos é isto.  Parece como dentro de um enorme barco. Paredes muito arredondadas e metal brilhante.

MON: Vá junto com eles em sua jornada e descubra onde é que eles vão.

SUB: ……………. Impressões de um local realmente louco, com vulcões e bolsões de gás e plantas estranhas, lugar muito volátil, é bem como ir de uma frigideira para o fogo.  A diferença é que parece haver muita vegetação, onde o outro lugar não tinha. E tipo diferente de tempestade.

A descrição acima é muito sugestiva do que a Terra poderia se parecer na época. Assim, teriam os marcianos escapados para a Terra há aproximadamente um milhão de anos, deixando para trás pirâmides e outras ruínas na região de Cydonia, e tudo isso foi descoberto pelos visualizadores remotos da CIA em 1984?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s